Biografia completes

Nascida na cidade do Rio de Janeiro, Eliane Rodrigues teve o talento musical precocemente descoberto e estimulado por Arnaldo Estrella (pianista carioca, discípulo de Alfred Cortot e amigo de Heitor Villa Lobos).

Eliane foi uma verdadeira criança prodígio: começou a compor aos três anos - antes que pudesse ler ou escrever as notas musicais. Aos sete anos, já havia composto dois métodos para piano. Realizou seu primeiro recital aos cinco anos de idade. Aos seis anos fez sua primeira aparição na TV interpretando o Concerto para Piano em Ré menor de Joseph Haydn com a Orquestra Sinfônica Nacional. No ano seguinte, executou o Concerto para Piano nº23 em Lá maior K488 de W. A. Mozart, novamente com a Orquestra Sinfônica Nacional. A partir de então, Eliane ingressou em diversas competições de piano, angariando prêmios em concursos regionais e nacionais, dentre eles o "Prêmio Especial" no Concurso Van Cliburn, nos Estados Unidos, recebido quando ela tinha apenas dezoito anos.

Posteriormente, ela se mudou para a Bélgica a fim de ingressar na classe de Jacques Detiège (época na qual ele era discípulo de Leon Fleischer, antes de se tornar preparador de vencedores da competição Rainha Elisabeth, incluindo Robert Groslot e Sylvia Traey). Eliane também conquistou o primeiro lugar em muitos concursos nacionais na Bélgica, como a Emmanuel Durlet Competition, o Cantabile Pianowedstrijd e o Jong-Tenuto Competition, entre outros. Em 1983, obteve o quinto lugar na prestigiosa competição Rainha Elisabeth da Bélgica. Em 1985, o jornal alemão Die Welt a caracterizou como "brilhante e tecnicamente perfeita".

Incansável, Eliane Rodrigues desfrutou das glórias merecidas, sem, no entanto, "adormecer sobre os louros conquistados": seus brilhantes êxitos a levaram aos palcos do Concertgebouw de Amsterdã, do Berliner Schauspielhaus, da Gewandhaus de Leipzig, além de teatros de Paris e de Hamburgo. Para vislumbrarmos um panorama dos lugares por onde ela se apresentou, adiciona-se Antuérpia, Bruxelas, Haia, Moscou, Nova York, Rio de Janeiro, São Petersburgo, Volgograd e Zurique. Por mais de vinte anos ela é convidada a apresentar um recital com obras de Frédéric Chopin no Boxing Day, evento realizado no De Doelen, a principal sala de concertos de Roterdã.

O ano de 1998 foi marcante para Eliane Rodrigues: ela foi a figura central do Festival Música Romântica, realizado anualmente na Suíça. Nele, apresentou-se em concerto solo, além de atuar como regente de orquestra e também como compositora.

Além do mais, Eliane Rodrigues produziu mais de 25 CDs, gravados a partir de performances ao vivo e em estúdio. Em 2002, ela gravou em CD os Cinco Concertos para piano de Sergei Prokofiev. Mais recentemente, registrou todos os oito Concertos com piano de Ludwig van Beethoven em São Petersburgo, com a Orquestra Sinfônica de São Petersburgo sob a regência de Walter Proost.

Eliane Rodrigues possui em seu extenso repertório 64 concertos para piano. Em agosto de 2000, realizou a estreia mundial de uma de suas composições: Concerto para Piano e Orquestra, de quase uma hora de duração.

Eliane Rodrigues é professora no Conservatório Real de Antuérpia, onde leciona há mais de vinte anos.

Críticas:

"Ela irradia uma total ausência de esforço enquanto executa obras de grande complexidade técnica ou emocional. Quando Eliane interpreta um Opus com sua notável vivacidade, o ouvinte se abstrai de todos os elementos técnicos. O que ele ouve é uma libélula a pairar livremente no eterno azul do céu."
Frans Verleyen - Knack Magazine

"Estou sem palavras. Tal intensidade, tanto refinamento na habilidade dialética entre tese-antítese-síntese, quão sutil o enevoar de notas benevolentes, coloridos de uma profundidade ignota... sua agudeza singular ao expressar um drama existencial - para mim, isto é como a escuridão, como um nebuloso céu após a tempestade, por meio do qual o sol intenta penetrar. Eu tenho pleno respeito por quem és, pelo que fazes e por como o faz, absolutamente belo e incrivelmente meticuloso e preciso."
Bart Stouten - VRT